Brás de Pina e seus problemas

Brás de Pina é um bairro bastante movimentado e conhecido em sua região. Apesar disso, infelizmente Brás de Pina, assim como vários outros bairros próximos, sofre com a violência, , necessitando, portanto, de muitos cuidados.

No que se refere à violência, a Rua Tailândia (onde fica o Colégio Municipal São Paulo) e a Avenida Antenor Navarro são os lugares onde há mais casos de furtos e roubos. As pessoas que mais sofrem com essa situação são as meninas, que relatam ter sofrido perseguição de homens e quase terem sido sequestradas.

Jovens, tomem cuidado! Geralmente um assalto ocorre quando os adolescentes andam em grupo. Esses são os que mais sofrem nas mãos dos assaltantes, porque a maioria não presta atenção no que acontece a sua volta e é nesse instante que os assaltantes agem. Andar só também não é uma boa opção. Em grupo ou sozinho, devemos estar atentos ao que se passa ao nosso redor e, principalmente, a quem circula próximo de nós.

Geralmente, os assaltos ocorrem em dois horários, à tarde e à noite, mas isso não significa as pessoas devem dar mole de manhã. Alguns “furtadores” são menores de idade, meninos que, muitas vezes, roubam suas vítimas e saem correndo como se nada houvesse acontecido. Para eles, isso é natural. Contudo, os assaltantes mais aprimorados assaltam em motos ou carros e, ainda por cima, ameaçam a vítima, caso ela não entregue seus bens.

Por outro lado, Brás de Pina precisa urgentemente de cuidados por parte do Governo. Não é difícil notar, se repararmos bem nos detalhes, veremos que Brás de Pina é o Bairro dos Buracos. Um exemplo, não dos piores, é o local de lazer Praça do Country. Quando chove, formam-se várias poças de lama, além de uma grande vala que deveria estar tampada. Quando a criança desce pelo escorregador, ela se depara com uma poça de lama. Torna-se impossível subir nos balanço, pois há poças embaixo do brinquedo. O grande círculo de areia que há em torno da praça vira uma grande piscina em dias de chuva. Há, também, alguns brinquedos quebrados, como as gangorras, alguns balanços e etc.

O lixo espalhado por todo o bairro é indiscutível: está espalhado por todos os lugares, mas nunca em uma lixeira. Os buracos que foram citados ao longo do texto servem, às vezes, até de depósito de embalagens de chicletes, biscoitos, etc.. Entulhos e restos de obras entopem os bueiros que, por outro lado, estão abertos por falta de saneamento básico. O verde e o preto são mesclados quando vemos lixos jogados em canteiros e jardins. Alguns outros aspectos podem ser citados, como postes sem luz, calçadas cheias d’água e lixo, ruas esburacadas, sem asfalto, etc.

Precisamos zelar por nosso bairro e reivindicar às autoridades providencias urgentes para a melhoria de nosso bairro.

Sem comentários

Postar um comentário